SOBRE NÓS

 

Gondwana F&C (Futebol & Cultura), surge de um sonho em comum entre Mônica da Silva, jornalista e fotógrafa brasileira; e o empreendedor e facilitador esportivo chileno, Sebastián Acevedo.

 

Integrar culturas através da bola e a câmera é o propósito da dupla latina para se chegar em diversos lugares do mundo.

O futebol é uma ferramenta de integração social e cultural, e a câmera tem o poder de registrar esses momentos que ficarão na memória e na história. Diante disso, surge Gondwana, nome de representação histórica que relaciona a união da América Latina com a África.

 

Propomos de maneira criativa conteúdos que promovam uma sociedade diversa, inclusiva, resiliente e multicultural. Um dos objetivos de Gondwana F&C é mostrar de acordo com as vivências histórias cotidianas que une "Cinema, Cultura, Educação, História e Futebol".

 

 

 

INÍCIO

Durante 15 dias em 2020, pegamos as mochilas e demos o pontapé inicial percorrendo lugares de Salvador da Bahia e Pernambuco, em busca da cultura afro-brasileira.

 

De acordo com o roteiro que planejamos sobre o contexto histórico e cultural dos africanos e africanas no Brasil, contamos por meio de fotos e vídeos relatos de vida, arte, música, dança, gastronomia e sociedade, usando a bola como uma língua universal, pois sem falar o mesmo idioma, nos entendemos jogando.

Durante a viagem, aprendemos sobre a influência dessa ancestralidade no Brasil, como por exemplo, a ginga das pessoas dançando de pés descalços com a bola, a relação da capoeira...

Com o desafio de "plantar sementinhas para o futuro", transformamos junto a uma equipe de documentaristas os registros num curta-metragem que será a base da produção de uma série.

Por que o nome Gondwana?

 

Gondwana foi um supercontinente que existiu ao sul da linha do Equador, por volta de 200 milhões de anos, durante o período triássico, que incluía a junção de terras dos atuais continentes da Antártida, América do Sul, África, Índia, Austrália, Nova Zelândia, Madagascar, Nova Guiné, Nova Caledônia, além das Ilhas Seicheles.

O nome escolhido para esse projeto representa um ponto de encontro entre a cultura latinoamericana e africana, e nós mostraremos essa relação por meio de uma câmera e a bola.

gondwana.jpg